A Confederação Nacional das Associações de Moradores vem a público manifestar-se em solidariedade ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST, que na manhã hoje (04) foi alvo de mais uma ação policial orquestrada por setores conservadores e reacionários.

A CONAM tem defendido que a propriedade cumpra sua função social, no campo e na cidade, considerando que a luta pela Reforma Agrária anda de mãos dadas com a luta pela Reforma Urbana. Não podemos nos calar diante mais arbitrariedades e tentativas de constranger e criminalizar os movimentos sociais organizados.

Repudiamos a forma truculenta como a polícia civil procedeu a invasão à Escola de Formação Florestan Fernandes – ENFF, em Guararema, SP e exigimos às autoridades competentes que apurem o ocorrido e tomem as medidas cabíveis.

#LutarÉUmDireito

São Paulo, 4 de novembro de 2016

Confederação Nacional das Associações de Moradores