Como já esperávamos o Governo golpista, interino e ilegítimo de Temer já demonstra que o discurso de ‘Ponte para o Futuro’ é de fato um ‘Túnel para o passado’. Os ataques chegam de todos lados, depois de dar posse a uma equipe ministerial repleta de investigados, sem nenhuma mulher ou negro e acabar com ministérios importantes e históricos, os primeiros dias já demonstram que estávamos certos em nossa denúncia.
 
O Ministro das Cidades, Bruno Araújo, PSDB-PE, revogou nesta terça duas portarias que autorizavam a construção de 11.250 moradias no Minha Casa Minha Vida e Minha Casa Minha Vida Entidades, numa clara atitude de retaliação aos movimentos populares urbanos e ao programa mais importante deste Ministério.
 
Outras declarações já apontam para privatizações, autonomia do Banco Central (em relação ao povo e submissão ao mercado), corte de programas sociais e ataque aos direitos trabalhistas e previdenciários. A extinção de secretarias especiais e de ministérios como a cultura, demonstra o real caráter deste (des)governo.
 
A desastrosa declaração do Ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), demonstra o intuito de fragilizar o SUS, a Saúde Pública, o sistema de participação e controle social, a saúde preventiva e todas conquistas deste último período, fruto de muito debate, luta e mobilização dos setores progressistas da nossa sociedade.
 
A CONAM não vai aceitar nenhum retrocesso e denunciamos estas atitudes que são completamente contrárias aos interesses das comunidades e dos trabalhadores brasileiros, que querem avançar e não retroceder nas conquistas democráticas.
 
‪#‎NãoDaremosTrégua‬
‪#‎GolpistasNãoPassarão‬
‪#‎NãoAoGOLPE‬
 
São Paulo, 17 de maio de 2016.
 
Confederação Nacional das Associações de Moradores